Relação de marcadores inflamatórias e cirurgia bariátrica

Resumo: A cirurgia bariátrica é uma alternativa de tratamento da obesidade mórbida e alem dos efeitos na expressiva e rápida perda de peso per si, vem sendo estudada pelas diferentes repercussões sobre a composição corporal e níveis
de marcadores inflamatórios. Contudo, o conhecimento de como diferentes tipos de cirurgia podem interferir nos padrões de ingestão alimentar e nos níveis de marcadores inflamatórios, bem como estes parâmetros interagem entre si, precisam ser melhor compreendidos. Objetivos. Investigar o impacto de dois tipos de cirurgia bariátrica, a Gastroplastia vertical com anel e derivação gástrica em Y-de-Roux (grupo GVAYR) versus Gastrectomia vertical com anel (grupo GVA), sobre o peso e composição corporal, ingestão alimentar e níveis plasmáticos de marcadores inflamatórios, e comparar as repercussões entre os dois tipos de cirurgias. Casuística e Métodos. Serão avaliadas mulheres do programa de combate a obesidade do HUCAM. Todos os dados serão avaliados no período pré-operatório e em 1, 3 e 5 anos de pós-operatório. Serão analisados dados antropométricos e de composição corporal, ingestões energética, de macronutrientes e fibra total e níveis de marcadores, como IL-10, TNFα, IL-6, PCR,entre outros.

Data de início: 2012-02-07
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Nazare Souza Bissoli
Vice-Coordenador Elaine Cristina Viana
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105