Efeitos da exposição por sete dias ao chumbo sobre a função cardíaca e reatividade vascular pulmonar em ratos

Resumo: Evidências experimentais indicam que mesmo exposições curtas e a baixas concentrações chumbo pode promover alterações vasculares sistêmicas. Entretanto, os efeitos precoces sobre a função cardíaca e vascular pulmonar ainda não foram devidamente explorados. Com este projeto, temos o objetivo principal de testar a hipótese de que a exposição aguda (por sete dias) a baixas concentrações de chumbo pode causar alterações na função miocárdica e vascular pulmonar com efeitos deletérios sobre a função cardíaca global. Para tanto utilizaremos ratos Wistar tratados com acetato de chumbo por sete dias (1ª dose 4 µg/100g e doses subseqüentes de 0,55 µg/100g im) ou veículo. Os níveis de chumbo na circulação serão avaliados por espectrometria de absorção atômica. Será realizado estudo hemodinâmico do ventrículo esquerdo (VE) e direito (VD) sob anestesia (uretana 1,5 g/Kg ip), seguido da retirada e isolamento do músculo papilar posterior do VE e de tira longitudinal do VD para estudo da mecânica miocárdica in vitro. Ademais, após cateterização da artéria pulmonar pela via de saída do VD, os pulmões serão isolados e perfundidos sob fluxo constante para avaliação da pressão de perfusão como estimativa da resistência vascular (P = F x R, sendo F constante). Protocolos experimentais com modificações no estímulo elétrico e drogas na solução nutriente permitirão inferir a respeito dos mecanismos envolvidos nas possíveis alterações identificadas. A seguir, realizar-se-á análise morfológica do VE e VD envolvendo aspectos microscópicos característicos de hipertrofia miocitária e fibrose intersticial

Data de início: 2011-04-15
Prazo (meses): 48

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador LEONARDO DOS SANTOS
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105