Caracterização Bioquímica e Funcional de Frações Hemaglutinantes da Peçonha do Peixe-escorpião Scorpaena Plumieri

Nome: Helena Bulhões Fiorotti
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 03/04/2020
Orientador:

Nome Papelordem decrescente
Suely Gomes de Figueiredo Orientador

Banca:

Nome Papelordem decrescente
Juliana Barbosa Coitinho Goncalves Examinador Externo
LEONARDO DOS SANTOS Examinador Interno
Suely Gomes de Figueiredo Orientador

Resumo: Entre várias atividades biológicas relevantes, o veneno do peixe Scorpaena plumieri (Sp-V) é conhecido por promover hemaglutinação. Embora se pense que esta atividade esteja associada à presença de lectinas do tipo C no veneno, ela ainda não foi caracterizada, nem quimicamente nem funcionalmente. No presente trabalho, buscamos avançar a caracterização de frações hemaglutinantes associadas a esse veneno. Para isso, o Sp-V foi fracionado por precipitação salina seguida de cromatografia de exclusão por tamanho, resultando na purificação de duas frações - FH1 e FH3 - com atividade aglutinante específica e dependente de Ca2+ contra eritrócitos de coelho, mantendo-se estável após o armazenamento em 4 ou −80oC. Uma análise de dicroísmo circular mostrou que ambas as frações apresentaram alta proporção de folhas-beta em suas estruturas secundárias. Constatamos que o FH1 e o FH3 eram bacteriostáticos contra bactérias Gram-positivas (Staphylococcus aureus), apresentando concentração inibitória mínima (CIM) de 50 e 200 μg/mL, respectivamente. Além disso, um ensaio de viabilidade à base de resazurina revelou que ambas as frações, em doses de até 370 μg/mL, eram citotóxicas contra linhagens de células tumorais e não tumorais. Uma tendência à formação de edema pôde ser detectada quando as frações ativas - particularmente o FH1 - foram injetadas em patas de camundongos, embora sem significância estatística na amostra utilizada. Finalmente, FH1 apresentou efeito vasodilatador concentração-dependente (5, 10 e 50 µg/mL) sobre anéis de aorta torácica de ratos. Acreditamos que nossos dados contribuem para uma melhor compreensão das propriedades biológicas dos venenos de peixes, muitas vezes negligenciados.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105