Estágio de docência e outras informações

Norma geral sobre os Estágios de Docência:O Estágio de Docência é obrigatório para todos os alunos que estejam na condição de bolsistas da CAPES/DS, conforme previsto na Portaria MEC/CAPES nº 76/2010, e opcional para os demais alunos.
Portaria MEC/CAPES nº 76/2010, de 14 de abril de 2010:
ESTÁGIO DE DOCÊNCIA
Art. 18. O estágio de docência é parte integrante da formação do pós-graduando, objetivando a preparação para a docência, e a qualificação do ensino de graduação sendo obrigatório para todos os bolsistas do Programa de Demanda Social, obedecendo aos seguintes critérios:
I - para o programa que possuir os dois níveis, mestrado e doutorado, a obrigatoriedade ficará restrita ao doutorado;
II - para o programa que possuir apenas o nível de mestrado, a obrigatoriedade do estágio docência será transferida para o mestrado;
III - as Instituições que não oferecerem curso de graduação, deverão associar-se a outras Instituições de ensino superior para atender as exigências do estágio de docência;
IV - o estágio de docência poderá ser remunerado a critério da Instituição, vedado à utilização de recursos repassados pela CAPES;
V - a duração mínima do estágio de docência será de um semestre para o mestrado e dois semestres para o doutorado e a duração máxima para o mestrado será de dois semestres e três semestres para o doutorado;
VI - compete à Comissão de Bolsas CAPES/DS registrar e avaliar o estágio de docência para fins de crédito do pós-graduando, bem como a definição quanto à supervisão e o acompanhamento do estágio;
VII - o docente de ensino superior, que comprovar tais atividades, ficará dispensado do estágio de docência;
VIII - as atividades do estágio de docência deverão ser compatíveis com a área de pesquisa do programa de pós-graduação realizado pelo pós-graduando.
IX - havendo específica articulação entre os sistemas de ensino pactuada pelas autoridades competentes e observadas as demais condições estabelecidas neste artigo, admitir-se-á a realização do estágio docente na rede pública de ensino médio;
X - a carga horária máxima do estágio docência será de 4 horas semanais.Observações Específicas do Programa sobre os Estágios de Docência:
Estágio de docência:

  1. Estágio de docência do pós-graduando junto aos alunos de graduação:
    O estágio de docência dos alunos de Mestrado ou Doutorado é feito em 2 momentos através das Disciplinas de ‘Nivelamento’ e ‘Métodos de Ensino de Ciências Fisiológicas’. Na disciplina de Nivelamento, com carga horária de 45 horas, os alunos são instruídos sobre os
    princípios éticos no trato de animais e têm aulas teóricas e práticas sobre procedimentos elementares utilizados em Laboratórios Didáticos de Fisiologia e Farmacologia (pesagem de sais, preparo de soluções, ajuste de pH, manipulação de gases em soluções fisiológicas,
    técnicas de imobilização e anestesia em animais, procedimentos cirúrgicos básicos em animais de laboratório, calibração de instrumentos, etc). Num segundo momento os alunos devem freqüentar a disciplina de ‘Métodos de Ensino de Ciências Fisiológicas’,
    obrigatória para todos os alunos bolsistas e também para aqueles que ainda não tenham experiência no magistério superior. A disciplina é ministrada no primeiro semestre havendo discussões de textos básicos de Fisiologia Humana e preparo de material para aulas
    expositivas, seminários e discussão de casos clínicos. Cada aluno deve apresentar, pelo menos, 3 aulas para o grupo ao longo do ano. O programa da disciplina prevê ainda que o pós graduando ficará responsável por 6 aulas para alunos de graduação, envolvendo a
    elaboração, organização e apresentação do conteúdo didático para os alunos sob a supervisão de seu Professor-Orientador. Estas atividades têm tido um papel particularmente importante nos cursos recém criados do REUNI. É importante lembrar que os alunos também
    recebem treino didático na preparação do Exame de Qualificação, que consiste numa aula de fisiologia sobre um tema relacionado à Dissertação de Mestrado, e por meio da apresentação de artigos científicos nos seminários dos laboratórios.

  2. Estágio Pós-Doc:
    Em 2011 a CAPES lançou o edital: Programa Nacional de Pós-doutorado – PNPD: Concessão Institucional. Esta modalidade de concessão Institucional consiste em uma chamada nacional às Instituições Federais de Ensino Superior para a apresentação de propostas de projetos de pesquisa, formação e inovação, organizada na forma de um Projeto Institucional. Esta iniciativa da CAPES beneficiou nosso programa, pois permitiu uma ampliação do número de bolsistas de pós-doutorado no PPGC para reforçar, com qualidade, as atividades de ensino e orientação nos níveis de graduação e pós-graduação. Consideramos que esta estratégia da CAPES beneficia o fortalecimento do programa.
    O nosso programa possui neste triênio 4 estagiários de pos-doutoramento sob a coordenação dos professores: Dalton V. Vassallo, Ivanita Stefanon; Suely Gomes de Figueiredo e Gláucia Rodrigues de Abreu. Estes estágios são financiados por bolsas do edital PNPD e do edital pos-doc FAPES.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe, Vitória - ES | CEP 29043-900